Passeio ao Caramulo

//Passeio ao Caramulo

Nos dias 24 e 25 de Outubro, o Alfa Romeo Clube de Portugal realizou mais um passeio convívio, desta vez pela região do Caramulo. Não obstante o fim-de-semana ameaçador em termos climatéricos, foi possível reunir perto de duas dezenas de Alfas que tiveram oportunidade de se deliciar e evoluir com as magnificas curvas da região…
Foi um evento bastante diversificado onde não faltou a parte gastronómica, cultural, desportiva e sobretudo muito e bom convívio entre todos!
O sábado começou com a visita ao Museu Militar do Caramulo, onde fomos recebidos por um guia que se disponibilizou para fazer uma detalhada descrição do Museu e também da Batalha do Buçaco.
O almoço foi servido num Turismo de Habitação no Luso – Vila Duparchy – onde a Sra. Dª Maria Luísa Dória, para além da sua simpatia como anfitriã, nos serviu um magnifico repasto de leitão, acompanhado como não podia deixar de ser, por um vinho espumante da região. Da parte da tarde, a caravana rumou por magnificas estradas através da Barragem D’Aguieira até Penacova e Lorvão, onde foi feita uma neutralização para comprar os famosos pasteis.
Antes de jantar e já no Caramulo, foi serviço no Claustro do Museu um delicioso cocktail, seguido de uma visita muito bem conduzida pelo nosso amigo Tiago Patrício Gouveia à exposição temática patente de carros, desportivos e não só, fabricados em Portugal.
No Domingo de manhã, como não podia deixar de faltar, teve lugar a prova de regularidade na famosa Rampa do Caramulo, com duas subidas à média de 45 km/h, acompanhada pelo sempre místico nevoeiro e chuvinha que só serviu para aumentar a adrenalina dos participantes. Relativamente a esta prova, desde já manifesto o meu agradecimento e apreço pela colaboração ao João Filipe Rodrigues, e em especial, ao nosso amigo e carismático Magid Silva Ahmad. Mais importante do que os resultados finais, era mesmo a destreza dos participantes e a sua capacidade de se assustarem mais ou menos, às buzinadelas do João Filipe, que atrás de uma árvore “emboscado”, se deliciava a destabilizar a concentração dos pilotos, enquanto tirava os tempos de passagem… (isto não estava previsto nem no regulamento nem no briefing da prova!!)
Seguindo o programa traçado para este dia e à hora prevista (o que nem sempre acontece, mas neste evento foi uma constante), teve lugar a segunda parte da visita ao Museu do Caramulo, onde a Elisabete nos aguardava para nos acompanhar com a sua douta explicação de sala em sala.
O dia acabou com mais uma grande refeição servida no Hotel do Caramulo, e para alguns, senão para a quase todos, com uma paragem obrigatória em Moledos na Loja do Tambor, para comprar umas castanhas e jeropiga, porque o São Martinho já está ai…
Quero apresentar os meus agradecimentos ao João Pimenta da Blueturtle, Alvaro Urze Pires pela ajuda que nos prestou na realização da vista ao Museu Militar do Buçaco, Vítor Ariosa, Hotel do Caramulo, Museu do Caramulo, Maria Luísa Dória da Vila Duparchy e a todos os Sócios e Amigos, que com a sua presença e boa disposição fizeram com que tudo acima descrito tivesse acontecido.
Miguel Menezes

2020-12-10T16:07:02+00:00 Outubro 24th, 2009|